quinta-feira, 16 de junho de 2011

COPIANÇO NOS EXAMES AO CEJ


MAS PORQUE QUE É QUE OS NOSSOS FUTUROS JUÍZES NÃO DEVERIAM COPIAR NOS EXAMES? AFINAL FOMOS GOVERNADOS POR UM PRIMEIRO MINISTRO,  DURANTE MAIS DE SEIS ANOS, QUE SE LICENCIOU AO DOMINGO...E ACONTECEU-LHE ALGUMA COISA POR ISSO? PEDIU A DEMISSÃO QUANDO SE SOUBE? OS PORTUGUESES NÃO VOLTARAM A VOTAR NELE, DANDO-LHE QUASE A MAIORIA ABSOLUTA? ENTÃO..... para quem não sabe, foi assim:  

A NOTÍCIA SURGIU COMO UMA BOMBA,
FICOU-SE A SABER, QUE OS SENHORES CANDIDATOS AO CEJ, FUTUROS MAGISTRADOS DESTE PAÍS, COPIARAM NOS EXAMES, AINDA POR CIMA SEM IMAGINAÇÃO, JÁ QUE OS TEXTOS DOS MESMOS ERAM PRATICAMENTE IGUAIS.

ASSIM DECIDIU O CEJ, TAL COMO SALOMÃO, DIVIDIR AS NOTAS AO MEIO, E TIVERAM TODOS 10 VALORES......

DEPOIS, SEGUNDO O ARTIGO DO JORNAL O PÚBLICO, QUE A SEGUIR SE TRANSCREVE, DIZ:


"O bastonário da Ordem dos Advogados, António Marinho e Pinto acusa a direcção do Centro de Estudos Judiciários (CEJ), escola de formação de juízes de ter procedido mal face às suspeitas de os candidatos a magistrados terem copiado numa das provas de acesso.

Em vez de os terem “corrido a dez deviam era anular a prova e repeti-la”, considera o bastonário em declarações ao PÚBLICO, notando que isso não terá sido feito porque “prejudica as férias de toda a gente”.

Marinho e Pinto adiantou que este caso não é inédito (Miguel Manso/arquivo)



Marinho e Pinto critica a atitude “desonesta” dos candidatos a magistrados ao fazerem uso de “métodos fraudulentos” para conseguirem ser aprovados, notando que os juízes deveriam ser escolhidos pela sua honestidade.



Este comportamento prende-se, na sua opinião, com um problema de fundo: “O CEJ deveria ser um centro de formação em vez de uma espécie de universidade, o que reduz os auditores de justiça a alunos”, diz o bastonário dos advogados. “É assim que eles [juízes] se tornam em titulares de um poder soberano com mentalidade de alunos”, defende.



Marinho e Pinto referiu ainda que este caso não é inédito. Em 2008 foi também necessário substituir uma das provas à última hora, porque alguns alunos tiveram conhecimento prévio do conteúdo do teste."


Mais um escândalo vindo daqueles, que deveriam dar o exemplo.
....Pobre do meu País....desta forma não chegas lá...


3 comentários:

Anónimo disse...

Os islandeses têm demonstrado que quando os cidadãos querem até os primeiros ministros são presos. No entanto os campeões nessa matéria são os israelitas...

Anabela Ramos - Psicóloga disse...

Portugal sem apelação possível!...
Cada vez o meu país se encontra mais afundado à beira-mar!!!

Helena de Brito disse...

Cara Amiga Anabela Ramos, claro que estamos de acordo, tanto nos valores, como nos lamentos...